Portal Economiaviva participa de importante evento na FGV-Rio, sobre inclusão social de egressos do sistema penitenciário

Data de Publicação: 
21/12/2011 - 15:57

11                        

Rodada de Negócios na Fundação Getúlio Vargas-RJ gera novas oportunidades de mercado. O evento teve como foco a formação de um trabalho em rede, no qual empreendedores atuarão como parceiros uns dos outros, através da venda em comum de seus produtos e serviços.

 No último dia 21/11/12, a Incubadora de Empreendimentos para Egressos realizou sua I Rodada de Negócios em parceria com o Laboratório de Assessoria Jurídica a Novos Negócios (LAJUNN) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

No início do encontro, a professora Sílvia Pinheiro, responsável pelo LAJUNN deu as boas-vindas a todos os participantes e enfatizou a importância do evento. “Viemos aqui para fazer negócio. Por isso, estamos felizes com o surgimento dessa rede, que irá viabilizar novas oportunidades”, declarou. Coordenador do Núcleo de Prática Jurídica da FGV, o professor André Pacheco ressaltou a relevância das ações empreendidas no Núcleo para a sociedade. “Propomos uma prática jurídica diferente das convencionais, que produza um impacto positivo na sociedade brasileira. É o que ocorre no LAJJUN, que atende a Incubadora”, disse.

 

Em seguida, as representantes de empresas dos setores alimentício e têxtil, Ana Carolina de Andrade e Mariana Goulart relataram suas experiências nas áreas em que atuam e deram dicas sobre o universo empreendedor. Já os empreendedores sociais Ivan Moraes, fundador do site Economia Viva e Vinicius Machado, representante do Hub Rio apresentaram propostas que visam o fortalecimento das empresas. O evento ainda contou com a presença da mestranda em tecnologia pelo Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro (CEFET-RJ) Ylara Guimarães, que desenvolve uma tese sobre o empreendedorismo no Brasil e ficou surpresa com a proposta inovadora da IEE.

 33

Os empreendedores também demonstraram seus produtos e serviços, além de relatarem o desenvolvimento de suas empresas, através do suporte oferecido pela Incubadora. No final do encontro, a equipe do LAJUNN se reuniu com os empreendedores e expôs as oportunidades de negócios que cada empresa pode gerar para agregar valor a outra.

 

Para a empreendedora Márcia Profilio, que produz e comercializa bolsas e acessórios, o desenvolvimento de novas parcerias será muito positivo para seus negócios. “Estou com grande expectativa de crescimento, pois vou fazer parceria com o Wilson, que fabrica artesanato a partir de resíduos sólidos e com a Mariana Goulart, da indústria têxtil”, afirmou. O empreendedor Hilton Francisco ferreira, por sua vez, acredita que a proposta apresentada foi genial e o ajudou a não desistir de seus objetivos. “A IEE e a FGV têm me ajudado muito nos meus negócios e a unificação dos empreendimentos foi uma ideia genial. É a maior força para eu não desistir dos seus sonhos e projetos, pois quando lembro de todo o apoio que já recebi aqui, reúno forças para prosseguir”, declarou o proprietário da fábrica de fraldas Paraís o dos bebês.

  a 

Fundação Getulio Vargas – Rio

Centro de Integração Social e Cultural - Cisc

IEE - Incubadora de Empreendimentos para Egressos (Sistema Penitenciário)

FONTE: http://www.iee-umachance.org.br/noticias_tx.php?lng=1&id=283