Comércio Justo e Solidário

 
Entende-se por comércio justo e solidário o fluxo comercial diferenciado, baseado no cumprimento de critérios de justiça e solidariedade nas relações comerciais que resulte no protagonismo dos Empreendimentos Econômicos e Solidários (EES) por meio da participação ativa e do reconhecimento da sua autonomia”.
 

Características:

 

  A existência de relações comerciais mais justas, solidárias, duradouras e transparentes;

  A co-responsabilidade nas relações comerciais entre os diversos participantes na produção, comercialização e consumo;

  A valorização nas relações comerciais, da diversidade étnica e cultural e do conhecimento das comunidades tradicionais.

  A transparência nas relações comerciais, na composição dos preços praticados e na elaboração dos produtos, garantindo acesso a informação acerca dos produtos, processos, e organizações que participam do CJS.
 

Objetivos:

         Promover o desenvolvimento sustentável, a justiça social, a soberania, e a segurança alimentar e nutricional;

   Garantir os direitos dos (das) produtores (ras) e consumidores (ras) nas relações comerciais;

   Fortalecer a cooperação entre produtores –comerciantes- consumidores e suas respectivas organizações para aumentar a viabilidade, reduzindo riscos e dependências econômicas;

   Promover a autogestão; equidade de gênero, étnica e de gerações;

   Garantir a remuneração justa do trabalho,

   A valorização preservação do meio ambiente, com ênfase na produção de produtos de base agroecológica e das atividades do extrativismo sustentável
 

Fonte: Faces do Brasil